POLÍTICA

ENTENDA: Saiba mais sobre a denúncia de fraude fiscal contra vereador faxinalense



Na sessão da Câmara de Vereadores da última terça-feira (6) os "representantes do povo trocaram acusações graves na Câmara de Vereadores.

Para ver os pronunciamentos, clique aqui

O vereador Lucas Ramilo alegou que o Presidente da Câmara de Vereadores cometeu fraude fiscal na Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física. Segundo  Ramilo, Fernando Pilatti alegou gastos em 2017, 2018 e 2019 no Hospital São Paulo em aproximadamente 50 mil reais, porém só havia gasto 200 reais em um exame de imagem em 2018 no período, conforme constatou no próprio hospital. Segundo a acusação, recebida de fonte anônima, o Presidente da Câmara teria se beneficiado com vantagens fiscais alegando gastos sem comprovação financeira, o que é crime previsto na Lei de Crimes Contra a Ordem Tributária, cuja pena pode variar de 2 a 6 anos de prisão.

No pronunciamento do Presidente, Fernando Pilatti não abordou o tema, dizendo que falaria sobre isso na próxima semana e que estava com a prestação de contas junto à receita federal em ordem.

O que diz a legislação
A legislação diz que, para que se possa declarar gastos médicos para a obtenção de vantagens fiscais, é necessário notas fiscais dos referidos gastos.

Abaixo segue parte da denúncia apresentada pelo vereador. 

O PORTAL FAXINAL DESTACA QUE ESTÁ A DISPOSIÇÃO PARA OUVIR AS PARTES ENVOLVIDAS. 






COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM