POLÍCIA

Homem que deu medicamentos para namorada abortar será julgado em Ipumirim



Um homem acusado de adquirir medicamentos abortivos para que a namorada desse um fim na gestação de seis meses será julgado na próxima segunda-feira, dia 10, em Ipumirim.

 O caso ocorreu em Arabutã, em janeiro de 2012, quando o rapaz entregou quatro comprimidos à namorada, conforme a Atual FM. Ela acabou ingerindo dois dos comprimidos e isso causou o aborto da criança.

 Na época, o médico legista Hugo Sérgio Pretto constatou que o feto nasceu com vida e morreu no Hospital São Francisco em Concórdia. O processo tramita desde então no Fórum da Comarca e agora será ouvido o réu e uma testemunha, com o objetivo de colher provas.

Os envolvidos neste caso possivelmente serão submetidos a julgamento popular.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM