ELEIÇÕES

Candidatos têm até início de maio para regularizar situação eleitoral
Além disso, candidatos devem estar com filiação deferida pelo partido e domicílio eleitoral na cidade em que pretendem concorrer ao cargo até o dia 4 de abril




Foto: Divulgação

Os filiados a partidos políticos que pretendem concorrer a algum cargo nas eleições municipais deste ano devem regularizar a situação eleitoral até o dia 6 de maio, data de fechamento do cadastro eleitoral.

O candidato pode conferir na página do TRE-SC, na aba “Consultar a situação eleitoral”, se o alistamento eleitoral está regularizado, verificando também se a cidade já passou pelo processo de revisão do eleitorado com cadastramento biométrico obrigatório, na página Biometria em Santa Catarina.


Entre outras pendências que o futuro candidato deve verificar estão as multas por ausência ou abandono aos trabalhos eleitorais, multas decorrentes de processo judicial, ausência às urnas e omissão na prestação de contas. É importante consultar e regularizar a situação com antecedência para evitar transtornos no momento do registro da candidatura.

A Justiça Eleitoral alerta que, apesar do fechamento do cadastro ser apenas em 6 de maio, aqueles que ainda não transferiram o título de eleitor para a cidade na qual pretendem concorrer aos cargos em disputa têm até o dia 4 de abril para realizar o procedimento. Essa é a mesma data limite para que os candidatos estejam com a filiação deferida pelo seu partido, de acordo com o Calendário Eleitoral.

Para regularizar o cadastro eleitoral e transferir o título, caso necessário, o eleitor, filiado ou não, deve agendar atendimento pelo site do TRE-SC ou pelo Disque-eleitor, ligando para o 0800 647 3888, e comparecer no Cartório Eleitoral ou Posto de Atendimento no dia agendado, portando os documentos indicados no momento do agendamento.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM






ELEIÇÕES  |  30/08/2019 - 07h