POLÍCIA

Saída temporária: presídio de Xanxerê registra uma fuga durante o período




Foto: TSX

A justiça concedeu o benefício da saída temporária – direito constitucional previsto na Lei de Execuções Penais (LEP) – a 2.528 internos do sistema prisional catarinense – dado divulgado ainda dezembro. As saídas ocorreram até 31 de dezembro e os retornos até esta terça-feira (7). Segundo o Presídio Regional de Xanxerê, 26 detentos foram beneficiados e, nesse período, conforme o diretor da unidade, Marcos Alexandre Barbosa, um detento não retornou e está foragido. Os demais já retornaram à unidade prisional.

De acordo com Barbosa, o detento em questão tem 30 anos, é natural de Xanxerê e residia aqui. Ele deveria ter retornado ao presídio ainda no dia 26 de dezembro. Como isso não ocorreu, as autoridades competentes já foram comunicadas e estão em busca do foragido. O homem tem várias passagens pela polícia, sendo que a maioria é por furto e roubo.

Desde setembro de 2019, quando Barbosa assumiu a direção do Presídio Regional de Xanxerê, quatro fugas foram registradas: três detentos fugiram enquanto realizavam trabalho para remição de pena e, a última agora, durante a saída temporária de Natal e ano novo. Até o momento nenhum foi recapturado. O diretor frisa que a porcentagem de fugas aqui é baixa ao ser comparada a outras unidades prisionais de Santa Catarina.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM