ESPORTE

Flamengo ou Grêmio, destino de Pedro agita o mercado da bola
Esporte14/01/2020 06h13 Por: Portal Faxinal Fonte: UOL





Lucas Merçon / Fluminense

Flamengo e Grêmio abrem uma semana decisiva. Ambos aguardam manifestação da Fiorentina sobre o destino do centroavante Pedro, de 22 anos. E não são só gaúchos e cariocas que estão na disputa pelo jogador no mercado da bola.

Pedro já foi citado como alvo do Porto, de Portugal, e do Besiktas, da Turquia. Nos bastidores, todos se movimentam para contar com o jogador que disputou apenas quatro partidas pelo clube italiano.

O Flamengo adota postura tranquila em relação ao futuro de Pedro. Na Gávea, há o consenso de que a Fiorentina tem muito mais pressa para definir o futuro do jogador do que os rubro-negros têm para selar o negócio. Pedro é desejado pelo Fla há tempos, e a recíproca é verdadeira.

O atleta não esconde de pessoas próximas que vê com bons olhos vestir vermelho e preto em 2020. O atacante foi um alto investimento do clube de Florença, que estuda os meios de reaver parte desta grana. O Fla acena com o empréstimo de um ano e a possibilidade de compra ao fim do compromisso.

O Tricolor mantém o atleta no radar e espera que uma manifestação dos italianos possa indicar o próximo passo a ser dado na negociação na semana que se inicia. Contudo, o presidente Romildo Bolzan Júnior salientou, em entrevista à Rádio Guaíba, que para chegada de um centroavante seria necessário que André ou Diego Tardelli deixassem o elenco. E nenhum tem proposta para isso.

"Teria que sair jogador porque não comportamos a nossa folha salarial agregando mais, teria que ter compensações. Não tendo, o Grêmio não fará novas aquisições", disse o presidente. "Se tiver propostas (para André e Tardelli), vamos analisar", explicou. Pedro conquistou destaque atuando pelo Fluminense.

Sua passagem pela Europa é curta, com poucos minutos em campo até agora. Na última semana, a Fiorentina anunciou a chegada do centroavante Patrick Cutrone, abrindo ainda mais caminho para negociação do brasileiro.

 




COMENTÁRIOS




VEJA TAMBÉM