Portal Faxinal

NOTÍCIAS



Suspenso, 'gato' denunciado pela Ponte pode ter contrato rescindido pela Chape

10/07/2019 às 06h50

Após ser suspenso por 180 dias pelo uso de documentação falsa, o lateral-esquerdo Ernandes vai entrar com recurso e espera os próximos episódios do caso. Se a decisão for mantida, ele pode ser desligado da Chapecoense sem nenhum custo. Isso porque, ciente de que assumia um risco ao contratar o atleta, o clube colocou no contrato uma cláusula que legitima a rescisão unilateral.

Ernandes foi condenado em julgamento realizado na última segunda-feira, no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Além da suspensão, a punição inclui uma multa de R$ 5 mil. Apesar de estar auxiliando o jogador com suporte jurídico, a Chapecoense não tem relação direta com o processo.

A denúncia contra o lateral foi feita em dezembro do ano passado, pela Ponte Preta, quando ele ainda jogava pelo Goiás, após o fim da disputa da Série B do Campeonato Brasileiro.

O time paulista terminou a competição em quinto lugar, com os mesmos 60 pontos da equipe goiana, que ficou em quarto pelo número de vitórias e subiu para a Série A.

Na ocasião, a Ponte Preta viu a oportunidade de conseguir o acesso à elite ao tentar tirar pontos do Goiás, isso com a base na acusação contra Ernandes. O departamento jurídico do clube campineiro apresentou a suspeita de que o atleta teria adulterado a idade em dois anos.

Apesar de toda a documentação dele mostrar o dia 11 de novembro de 1987 como data de nascimento, a data correta seria 11 de novembro de 1985. Os registros do Cartório do 2º Ofício de São Felix do Araguaia (MT) confirmam a informação. Por fim, o Tribunal não viu qualquer responsabilidade do Goiás e o clube não foi punido, mas o caso seguiu para avaliar a situação de Ernandes.

Fonte: Futebol Interior



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

* Fique tranquilo que ele não será exibido junto ao comentário.





VEJA TAMBÉM