Portal Faxinal

NOTÍCIAS



Município é o primeiro do estado a oferecer Programa de Melhoramento Genético a produtores.

07/02/2019 às 13h08
Atualizada em 10/02/2019 - 10h18

O município de Faxinal dos Guedes está localizado em um região com grande potencial na produção leiteira, o governo municipal, juntamente com a secretaria de agricultura, preocupados com a qualidade no rebanho de vacas, visando melhorar a produção anual, perceberam a necessidade de investir em um programa que pudesse orientar e acompanhar essa atividade tão importante para a economia local.

Em parceria com o Sebrae, ainda no ano de passado iniciou-se o Programa de Melhoramento Genético de Manejo, que tem como objetivo promover o melhoramento genético no rebanho baseado em indicadores morfológicos e zootécnicos. Durante as cinco visitas propostas, será realizada a avaliação da composição de leite de cada animal através do aparelho Milkspec, afim de obter dados para posterior melhoramento genético, balanceamento de dieta, promover um bom manejo da reprodução para garantir boas taxas reprodutivas do rebanho e entregar os resultados para aquisição de sêmen dos melhores touros.

O município de Faxinal é o primeiro do estado a oferecer este programa aos produtores, vinte e nove famílias aderiram e estão sendo contempladas. Para o prefeito Gilberto Angelo Lazzari, o papel do governo municipal, é estar perto dos agricultores valorizando e oferecendo condições para que os produtores possam produzir mais e melhor, aumentando assim sua renda familiar.

De acordo com o secretário de agricultura André Kilpp de Figueiredo, através do programa busca-se a adequação tecnológica das propriedades beneficiadas, afim de melhorar a produtividade, composição de leite das próximas gerações, melhorando a lucratividade e a qualidade de vida dos produtores de leite. “É um programa inovador com tecnologia avançada, acreditamos que trará grandes avanços na produção leiteira do município” diz André.

O produtor Daniel Pagnussatto, da Comunidade de Duas Palmeiras, está participando e afirma que através das orientações é possível melhorar a genética do rebanho, melhorar a produção e ter resultados financeiros melhores. “Cada vez mais os laticínios estão exigindo maior qualidade no leite que é entregue e pagando bonificação em cima disso, é através dela que o produtor ganha, por isso a necessidade de investir nisso,” ressaltou Daniel.

Para a zootecnista do Sebrae Gabriela Cesco, através das visitas são repassadas aos produtores orientações sobre nutrição do animal, orientação reprodutiva, orientação sobre a qualidade do leite e DNA do animal. “Cada vez mais está sendo exigida a qualidade no leite, ou o produtores se capacitam para avançar no mercado, ou acabam ficando fora dele”, afirma Gabriela.

 

Fonte: Ascom



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

* Fique tranquilo que ele não será exibido junto ao comentário.





VEJA TAMBÉM