Portal Faxinal

NOTÍCIAS



Duelo de ideias: deputado e juiz de SC falam sobre posse e porte de armas no Brasil

Deputado Peninha defende o direito de auto-defesa, o enquanto juiz João Marcos Buch enxerga a política armamentista como incentivo à violência

19/01/2019 às 12h10
Atualizada em 21/01/2019 - 07h57

De um lado, um juiz que atua na área da execução penal em Joinville e ganhou notoriedade por decisões humanizadas e em defesa dos direitos humanos. João Marcos Buch já sentiu na própria pele, quando criança, o poder de fogo de uma arma por um disparo acidental que atingiu seu rosto.

Do outro lado, um deputado federal catarinense que integra a popular "Bancada da Bala" no Congresso e defende o direito de autodefesa. Rogério "Peninha" Mendonça (MDB) é autor do projeto 3.722/2012, proposto para regulamentar a posse e o porte de armas no país, considerado o próximo passo do governo Jair Bolsonaro (PSL) na política de flexibilização armamentista.

eninha vê como um avanço o decreto assinado pelo presidente nesta terça-feira (15), que facilita a posse de armas. Buch, ao contrário, avalia o ato do governo federal como um incentivo à violência.

Confira as entrevistas:

​"O que eu pretendo é ter o direito à auto-defesa, não é o direito de matar", diz deputado Peninha

​"Vai trazer mais violência, mais vítimas, todos nós sofreremos", diz João Marcos Buch

Fonte: NSC Total



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

* Fique tranquilo que ele não será exibido junto ao comentário.





VEJA TAMBÉM