Portal Faxinal

NOTÍCIAS



Em jogo com três pênaltis, Jandrei defende cobrança nos acréscimos, e Chape tira Inter da liderança

Nico López abre o placar para o Colorado, camisa 90 do Verdão marca duas vezes, e goleiro do Verdão pega chute de Damião no fim para garantir o triunfo da equipe catarinense na Arena Condá

18/09/2018 às 06h47

DEU VERDÃOA partida de encerramento da 25ª rodada da Série A foi recheada de emoção. Em um jogo disputado e com três pênaltis marcados (dois para o Inter e um para a Chape), na noite desta segunda-feira, brilhou a estrela do goleiro Jandrei, que defendeu a cobrança de Leandro Damião, no fim do segundo tempo, e garantiu a vitória do time da casa. Nico López fez o tento colorado no primeiro tempo, e Leandro Pereira marcou os dois do time verde e branco. Triunfo e festa do Verdão, que deixou o Z-4 - é o 16º -, e frustração e revés para os gaúchos, com a perda da liderança para o São Paulo.

NA AGENDA

Na próxima rodada, a Chapecoense volta a jogar na segunda-feira, em casa, contra o Fluminense. A partida está marcada para as 20h (de Brasília), na Arena Condá. O Inter entra em campo um dia antes, às 16h, fora de casa, diante do Corinthians.

ELE BRILHOU

Jandrei foi o destaque da partida entre Chape e Internacional. Se o atacante Leandro Pereira marcou duas vezes e deixou o Verdão em vantagem, o goleiro alviverde defendeu a penalidade de Leandro Damião, aos 49, e fez um milagre em seguida, aos 51. Quando o árbitro apitou, foi abraçado pelos companheiros e membros da comissão técnica.

PRIMEIRO TEMPO

A etapa inicial foi um prêmio para os torcedores de ambos os times que lotaram a Arena Condá. Em casa e precisando vencer para não ficar no Z-4, a Chape foi para cima pelo lado direito, com uma boa dobra de Doffo e Eduardo. O Inter aguardava as investidas para sair em velocidade e com lançamentos longos para os homens de frente. A estratégia dos visitantes funcionou primeiro. Quando o Verdão começava a crescer no jogo, Pottker recebeu em velocidade e foi derrubado por Jandrei na área - pênalti convertido por Nico López.

Os donos da casa não se abateram com o tento sofrido e foram novamente para cima. Em bela cobrança de falta, Diego Torres acertou o travessão de Marcelo Lomba, que apenas acompanhou com os olhos. Seguindo a estratégia de antes de sofrer gol, o Verdão chegou ao empate. Eduardo fez boa jogada, cortou Pottker e cruzou na medida para Leandro Pereira cabecear no cantinho. Os dois times ainda criaram uma chance cada, mas sem conseguir finalizar em gol até o intervalo.

SEGUNDO TEMPO

Os times mantiveram as estratégias do primeiro tempo: a Chapecoense explorando o lado direito de ataque, e o Internacional buscando os atacantes com bolas longas. Os visitantes tiveram a primeira boa chance. Jonatan Álvez recebeu de Nico López, avançou e chutou fraco e rasteiro, para a ira da torcida colorada, que imediatamente pediu a entrada de Damião. A Chape respondeu com Leandro Pereira, que cabeceou fraco após levantamento na área.

Os treinadores optaram por mudar suas peças ofensivas. No Inter, Hellmann atendeu o pedido da torcida e colocou Damião em campo. Na Chape, Bruno Silva entrou no lugar de Victor Andrade. O jogo permaneceu com ritmo lento até o pênalti de Victor Cuesta - que foi expulso - em cima de Bruno Silva. Leandro Pereira cobrou e colocou o Verdão na frente. Não parou por aí. No final da partida, o árbitro voltou a assinalar uma penalidade para os visitantes, mas o camisa 9 parou nas mãos de Jandrei, que ainda fez outra grande defesa no minuto final.

REDE É COM ELE

Leandro Pereira voltou a aproveitar a chance como titular e a confiança do técnico Guto Ferreira. Com os gols marcados diante do Internacional, ele chegou a seis no Brasileirão e assumiu a artilharia isolada do time na competição. Ele já havia marcado na vitória sobre o Atlético-PR, na rodada passada.

REPETECO

Mais uma vez a Chapecoense saiu atrás no placar e precisou correr atrás do prejuízo. Assim como nas outras nove partidas sob o comando de Guto Ferreira, o time ficou em desvantagem no marcador. Essa é uma das preocupações do técnico, que não terá Rafael Thyere na próxima partida - ele está suspenso.

ALÉM DA DERROTA

Para o time do Inter, o revés num estádio em que nunca pontuou tem um prejuízo que vale muito além do resultado. A equipe gaúcha perde uma invencibilidade de nove jogos na competição e desperdiça a chance de reassumir a liderança de forma isolada, já que o São Paulo empatou o Santos na rodada.

BORDERÔ

Público total: 16.981

Renda: R$ 847.505

FESTA ALVIVERDE

ACABOU! 
A Chape jogou muito bem, Leandro Pereira marcou duas vezes e garantiu a virada pra cima do Internacional na Arena Condá! 

Fonte: G1



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

* Fique tranquilo que ele não será exibido junto ao comentário.





VEJA TAMBÉM